Geoff Emerick, engenheiro de som que trabalhou com os Beatles, morre aos 72 anos

Geoff Emerick, engenheiro de som que trabalhou com os Beatles, morre aos 72 anos

  • Estação: Música
  • Data: 03-10-2018

Com apenas 20 anos ele ajudou nas gravações de Revolver

 

 

O engenheiro de som e produtor Geoff Emerick morreu ontem (2) aos 72 anos, depois de sofrer um ataque cardíaco. O inglês, nascido em dezembro de 1945, ficou conhecido por ter trabalhado em alguns dos álbuns mais celebrados dos Beatles. Ele auxiliou o produtor George Martin em "Revolver" (1966), "Sgt. Peppers" (1967), "The Beatles" (o "Álbum Branco" de 1968, onde ele abandonou as sessões no meio de sua gravação) e "Abbey Road" (1969).

Mesmo tendo largado o trabalho com a banda de Liverpool em 1968 - ele se disse cansado das constantes discussões entre os integrantes e também pelo fato de não ter sido elevado para a condição de produtor quando George Martin se ausentou do processo - Emerick voltaria a trabalhar com a banda posteriormente. Ele também manteve um bom relacionamento com o quarteto, especialmente com Paul McCartney, com quem trabalhou em outras ocasiões nas décadas que se seguiram.

Além dos Beatles, Geoff Emercik trabalhou, como engenheiro de som ou produtor, de discos de, entre outros, Elvis CostelloBadfingerCheap Trick e Supertramp.

O engenheiro publicou suas memórias em 2006. Here, There, and Everywhere, Minha Vida Gravando os Beatles", que ganhou edição brasileira, causou polêmica, por conter fatos que foram contestados por especialistas e testemunhas oculares. Houve também um número de leitores e críticos que não concordaram com as suas visões a respeito de George Harrison, vistas como "não favoráveis" ao guitarrista.

Compartilhar

Comentário